Dados do município/localização

Fundação: 09/08/1871
Emancipação Política: 9 DE AGOSTO DE 1871
Gentílico: PEDRABRANQUENSE
Unidade Federatíva: CE
Mesoregião: SERTÕES CEARENSES
Microregião: SERTÃO DE SENADOR POMPEU
Distância para a capital: 261,60

Dados de características geográficas

Área: 1.303.273,00
População estimada: 43258
Densidade: 33,20
Altitude 500
Clima: TROPICAL SEMIÁRIDO BRANDO
Fuso Horário: UTC-3

Origem

Em 1871, o distrito de Pedra Branca, se emancipa do município de Maria Pereira (atual Mombaça). Em 1931, Pedra Branca foi rebaixada, de município a simples povoado, no município de Senador Pompeu. Em 1933, se torna distrito novamente. Em 1935, é novamente elevado à categoria de vila, com dois distritos (Pedra Branca e Troia). Em 1951 o povoado de Mineirolândia também se torna distrito de Pedra Branca. Em 1953 o povoado Riachão se torna distrito sob o nome de Riachão do Banabuiú. Em 1963 Mineirolândia se torna município, mas em 1965 volta a ser distrito, pois o mesmo não pôde ser instalado. Em 1990, o distrito Riachão do Banabuiú muda seu nome para Santa Cruz do Banabuiú.

História

No local conhecido por Tabuleiro da Peruca - havia uma pedra que chamava a atenção pela sua tonalidade clara, forma e dimensões peculiares. Na primeira metade do século XIX - vaqueiros e viajantes das redondezas - passaram a tomá-la como ponto de referência para seus encontros previamente combinados, ou não. Estes encontros em época remota, reunindo grupos relativamente pequenos, explicam a origem do nome do município de Pedra Branca. Na região situada em torno do marco - representado pela pedra alva - foi fundado um povoado que rapidamente evoluiu em termos populacionais a partir da construção da capela de São Sebastião. No dia 20 de outubro de 1854 - como decorrência da Lei de Nº 883 - o povoado que já se mostrava devoto ao mesmo padroeiro do Rio de Janeiro, foi elevado à condição de distrito do município de Mombaça. No dia 9 de agosto de 1871 a Lei de Nº 1.407, define a criação de novo município com sede no território onde estava situado o povoado de Pedra Branca que a partir daquela data passa a ser qualificado como vila. Em 1931, entretanto, o Decreto Nº 193, de 20 de maio, declara extinto o município de Pedra Branca que por meio de um segundo decreto passa a figurar como distrito de Senador Pompeu. A divergência envolvendo o território pedrabranquense é finalmente dirimida no dia 3 de maio de 1935 (por meio do Decreto de Nº 1540) que restaura, em definitivo, a autonomia política-administrativa de Pedra Branca. A emancipação municipal pedrabranquense é celebrada com base em 9 de agosto de 1871. Portanto, Pedra Branca este ano, completará 149 anos de emancipada. A paróquia local, cujo padroeiro é São Sebastião, foi criada no dia 23 de agosto de 1873, sendo nomeado seu primeiro vigário o Padre João do Nascimento e Sá. Pedra Branca possui uma área territorial de 1.303,287 Km², com densidade demográfica (hab/km²) 32,14, o bioma é a Caatinga, congrega três distritos em seu território: Mineirolândia, Santa Cruz do Banabuiú (Cruzeta), Troia e Capitão Mor. Sua sede está localizada na Serra de Santa Rita, a 500,69 metros de altitude em relação ao nível do mar. Pedra Branca está situada a 261,6 km de Fortaleza.

Cultura

O Município de Pedra Branca teve 51 premiações com o prêmio Escola NOTA 10 desde a implantação do PAIC ? (Programa Alfabetização na Idade Certa). Em 2016, o Município de Pedra Branca teve 8 escolas premiadas, e continua no ranking das premiações ficando em 1º lugar na CREDE 14. As escolas premiadas no 2º ano são: Escola Henrique Alves Pereira, localizada no Sítio São Francisco, Escola João Manoel Filho, localizada em Santa Cruz do Banabuiú (Cruzeta), Escola Riso da Criança, localizada em Mineirolândia, Escola Sebastião Francisco Duarte, localizada no Sítio Santo Antonio e Escola Sol Nascente, localizada na Sede. As escolas premiadas no 5º ano são: Escola Lourenço Marques de Mesquita, localizada no Sítio Novo, Escola Francisco Pedro Barbosa, localizada no Polo Baixio e Escola José Vicente Azevedo, localizada no Sítio São José dos Marinheiros.

Divisão Política

Atualmente Pedra Branca tem 5 distritos: Pedra Branca (distrito-sede) Troia Santa Cruz do Banabuiú (Cruzeta) Capitão Mor Mineirolândia O município de Pedra Branca tem a maior parte da sua economia centrada no setor de serviços. Embora a taxa de urbanização seja de apenas 42,58% (ano de 2000), o setor primário responde apenas por 15,84 % da economia local (2005). As constantes secas e a falta de infraestrutura massiva de irrigação são as causas dessa defasagem econômica. As indústrias respondem por 12,71% e serviços por 71,45% do pib municipal (2005)[9].

Curiosidades

Possui um relevo bastante acidentado em praticamente todo o seu território. Hidrografia e recursos hídricos Cachoeira do Inferno, a cerca de cinco quilômetros da sede do município. O município está totalmente inserido na sub-bacia hidrográfica do Rio Banabuiú, que também nasce na divisa de Pedra Branca com Boa Viagem. Clima O clima é tropical semi-árido[6] com chuvas concentradas de fevereiro a abril. A média pluviométrica histórica do município é de 853,4 mm/ano. [7] Vegetação Floresta caducifólia espinhosa (Caatinga arbórea) na maior parte do território e floresta subcaducifólia topical pluvial (mata seca) nas regiões mais elevadas do centro do território municipal.

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito